Treinador do Corpo e da Alma | Professor de Meditação | Psicoterapeuta da Alma | Life Coach | Escritor

18 de julho de 2013

Curso Energia Universal

Olá amigo e leitor,


Sobre o Curso Energia Universal ...

O 1º Curso criado.
Desde que despertei para mim mesmo, entendi e percebi que tudo o que vibrava era produto meu, e consequentemente interagia com quem estivesse mais próximo e ligado a mim.

Como terapeuta, percebi que a condição básica necessária à concretização da 'cura' no paciente, estava associada ao fato de eu não esperar fosse o que fosse daquele momento, ao fato de eu estar com o paciente de uma forma desinterssada, ao fato de amar e aceitar plenamente aquele ser... como uma parte de mim e manter-me no AGORA!

Apercebi-me que colocar as mãos aliviava, mas que, fazer determinados movimentos como se estivesse a trabalhar a energia da aura da pessoa, poderia tornar-se mais convincente. Afinal o paciente apenas precisava acreditar que funcionava!

À medida que fui praticando e desenvolvendo este trabalho, percebi que não era eu que manobrava a energia da pessoa - simplesmente eu era com a pessoa... eu era na pessoa como ela era em mim... em harmonia... sem esforço.... sem expetativas.

Então tornou-se fácil tirar uma dor.... realuzar uma cura em tempo real... aliviar uma dor de anos... ou levar a pessoa a sentir uma sensação de paz e amor como nunca havia sentido.

Mas como é que tudo isto funciona?
1º - quando estamos seguros de nós mesmos, transmitimos segurança à pessoa
2º - quando olhamos nos olhos do paciente, com segurança e assumimos o comando da situação, o paciente entrega-se e deixa-se levar
3º - quando perguntamos ou fazemos a pessoa falar sobre o dito problema... estamos a fazer com que a pessoa crie a atenção necessária da sua mente no problema... de uma forma quase 'secundária'
4º - quando realizamos movimentos determinados ... enquanto falamos com o paciente... ou lhe damos instruções para fechar os olhos ou alternar com um ou outro movimento, estamos a trabalhar o subconsciente da pessoa que ao ver oq ue estamos a fazer assimila aquilo como se estivéssemos dentro dela  mesmo

... existe apenas uma salvaguarda a ter em conta no meio de todo este processo - se a dor, ou o problema serve para nos dar uma alerta.... será que nós terapeutas temos como função tirar a dor e curar?... ou será que temos a obrigação de desmisitificar a coisa e ajudar a pessoa a perceber como todo o mecanismo de cura funciona?

Se tiver uma dor... em vez de se queixar ou lutar contra ela... observe-a... sinta-a conscientemente... entregue-se a ela... e verá que ela se dissolverá!

Vamos trabalhar a cura... na consciência que nada existe a retirar ou a acrescentar... porque tudo faz parte... bastando apenas integrar... e perceber como funciona todo o mecanismo energético associado à cura!

Abraço fraterno em paz!
Bons sonhos!

15 de julho de 2013

Ser espiritual é SER ... é manifestar o Céu aqui!

Estimados amigos e leitores....

Desde já agradeço por todo o carinho e amor que me manifestam através dos email's que me enviam.
Sei que ao fazê-lo abrem o coração e só o fazem porque estão mesmo a necessitar de um apoio ou orientação. Recebo imensos pedidos de ajuda nas mais variadas àreas da vida - desde o campo dos relacionamentos até ao campo espiritual... a problemas de saúde, estados terminais, etc... - e sobre tudo isto quero dizer-vos o seguinte:

Trabalho como Psicoterapeuta da Alma & Life Coach, em atendimento individual desde 2007. Tenho vivido experiências fantásticas e sobretudo tenho aprendido a SER cada vez mais em mim.
Se no inicio eu apelei às minhas capacidades sensitivas e psiquicas para a realização do trabalho, mais tarde percebi que isso poderia ser um 'pau de dois bicos'... pois tanto ajudava a pessoa como lhe criava a ilusão da dependência associada ao bem-estar aquando cada tratamento.

Percebi que como terapeuta e consciente da realidade que é - SER - cabe-me a mim desenvolver mecanismos, tarefas, condições e ferramentas que possam ajudar quem me procura a entender todo o mecanismo que se encontra na base do que somos.... e não mistificar ainda mais!

Percebi que seria demasiado fácil alimentar a pessoa a continuar a acreditar que os 'anjos', os 'guias', e todos os 'possíveis mentores espirituais do além', a podessem ajudar! Até mesmo na ligação profunda a Jesus, percebi que o efeito de uma partilha em que invocava solenemente o nome de Jesus, todos os participantes sentiam a sua presença...e o seu amor. Percebi que quando não o fazia, para quem procura respostas, parecia faltar algo...

Percebi que mais do que facilitar, o meu papel seria ajudar o próximo a encarar-se a si mesmo e a assumir a responsabilidade total sobre o que é e o que vive no seu cenário individual e único... e foi isso em que me tornei - alguém que descontrói... levanta a 'poeira'... desmitisifica e simplifica.... algo que acredito que Jesus fazia também.

Fazemos cursos, formações espirituais, coaching's, meditações transcendentais, reconexões, reiki's... Joaquim's caeiro's ... e mais um par de 'botas' (tive que escrever isto :-) )... e mesmo assim mantemo-nos à margem daquilo que acreditamos ser paz e amor... porquê?

Porque será que se torna tão fácil agarrar-mo-nos a linhas espirituais, espiritualidade, ou comportamentos que tentam explicar a origem de todos os problemas com algo além desta realidade em que nos encontramos?

Porque será que temos tanta necessidade de afirmar .... ver e sentir essa realidade do além e justificar tudo o que fazemos com isso?

Em tempos alguém me disse - 'Joaquim sabes... todo este projeto... tudo o que estou a fazer é orientação do comando estelar X' ... ou então 'Joaquim, eu conheço a minha sensibilidade, incorporo Jesus e sei que ele é amor... mas não me sinto bem... sinto-me cansada... será que é o esforço da incorporação?'... ou ainda ... 'JC pode ajudar-me? Sempre que faço meditação sito-me a sair fora do corpo... e tenho medo... a minha mestre diz que é normal e que tem a ver com o meu desenvolvimento... mas eu não consigo sair desse patamar...'

Pois... poderão imaginar a quantidade de questões que me podem surgir...
- Como podemos ter a coragem de justificar uma atitude nossa com uma suposta orientação estelar... ou de um guia de luz? ... será que esse guia não tem mais que fazer do que guiar-nos nas nossas lides simplistas terrenas?
- Como podemos achar que Jesus é apenas algo, alguém que se manifesta em uns quantos especiais?... quando foi ele que disse que é omnipresente? ... onde está essa verdade?... e se Jesus tivesse necessidade de incorporar ou falar assim... será que o faria 'obrigadno' a pessoa a sentir cansaço ou mau estar?
- Como não havemos de sentir medo quando sentimos a sensação fora do corpo, se essa talvez seja a 1ª vez que estamos a dar o passo para a sensação DENTRO DO CORPO? ....

Meus queridos, com todo o respeito e amor que sinto por tudo e todos... está na hora de acordar!

Eu respondo aos email's... aconselho, oriento... e levo as pessoas a sentir a verdade que meu a liberdade de ser e a felicidade.... mas o resultado final dependerá da sua entrega e humildade!

Para o ajudar deverá disponibilizar-se por inteiro... e admitir que o 1º passo talvez seja o descontruir todos os alicerces que criou até aqui e que o fazem acreditar naquela que acredta ser a sua verdade! ... não porque eu o queira diferente mas PORQUE FOI VOCÊ QUE PEDIU!

Houve alguém que me referiu um destes dis 'Joaquim, o método X é muito semelhante à simplicidade que eu encontrei em ti  neste retiro... e senti necessidade de vir ter contigo para me preparar para os proximos niveis que se avizinham na formação X.' Pergunto: SE ENCONTRAMOS A VERDADE COM BASE NA SIMPLICIDADE...PORQUE PRECISAMOS PROCURAR MAIS?

Existe uma verdade que gostaria de partilhar convosco neste momento...

Desde os meus 33 anos que dedico a minha vida a ajudar o próximo e sempre a mim mesmo em 1º lugar :-), vivendo de todo o rendimento que advêm deste trabalho. Nesta verdade não existe controlo... tal como a vida e tal como o amor.... e por isso TODOS entram na minha morada... independentemente da sua situação financeira. Os tempos correm e ao realizar determinados trabalhos adquiro, observo e transformo-me cada vez mais cristalizado O ANTES DE MIM MESMO ... 

... se um dia tivesse de deixar de fazer o que faço... não morreria... pois no amor tudo faz parte!
Porque não preciso de aprovação... ser visto ou aceite peloa sociedade... faço parte ponto!

Então, perante esta vibração e condição, nem todos estão preparados para o trabalho que faço e desenvolvo... o que é perfeitamente natural... como a vida e todos os ciclos... mas pergunto - será que TODOS, não pretendemos SER A PAZ E O AMOR?... então o que vê em mim?... quando me lê... quando me escreve... o que vê em mim?...

Acredito que o trabalho passa pela vivência, e os retiros são a melhor ferramenta para tal!
Seja como for, uma coisa é certa - quando tiver preparado realmente para receber a mensagem... ou beber da minha fonte... e me dar a beber da sua - em vez de me escrever irá ligar-me a agendar um encotnro, uma cainhada, uma consulta ou inscrever-se para algo real...

... com isto tudo quero dizer que é preciso cuidado na forma como nos boicotamos facilmente... porque ao escrever poderá convencer-se que já está a fazer algo por si... quando está a criar apenas mais um véu...

Mas sempre estarei aqui de braço abertos!

Amanhã pelas 19,30h no Jardim de Oeiras, falarei um pouco sobre isto!
Leve o seu colchonete de Yoga, água e roupa confortável e 5€ para troca e experimente ser comigo!
Abraço em profunda paz e gratidão por tudo o que me ensinam.... amov-os muito!
JC





14 de julho de 2013


... és muito além do que acreditas ser...
... o 'EU' é uma ilusão... apenas existe a essência infinita e eterna da fonte em ti e em todas as coisas...
... a única verdade é que tudo o que tu acreditas que és... tudo o que tu acreditas que sentes... tudo o que tu acreditas manifestar... é SEMPRE um produto criado pelo mecanismo mente-corpo ... condicionado pela tua história e por tudo o que acreditas ser...

... mas tu já não és aquele corpo de criança... enquadrado naquela historia que viveste!
... mas tu já não és aquela consciência dos 17/18 anos
... tu és apenas este momento... no aqui e agora... e em toda a parte do universo!

(...)
E quando aceitares que és o teu próprio criador... viverás para sempre... porque apenas escolherás SER AMOR!

(Parte de uma publicação minha que irá sair em breve)  Uma noite em paz!
Um dia perguntaram-me:
- Quem és tu?

Eu respondi:

- Não sei quem sou... quanto mais descubro acerca da vida e de mim, menos sei quem sou... sei apenas que tudo o que digo que sou, é produto da minha mente e do meu ego. Sei apenas que tudo o que acreditei ser, até me VER POR COMPLETO AOS 33, não estava certo...e mesmo o que manifestei depois não fazia sentido... logo após perceber o DESPERTAR PARA MIM MESMO...

... quem sou eu?...
... eu não sou... apenas vibro amor em ressonância com todo o universo...
... sou de toda a parte e de parte nenhuma.... porque tudo é em mim e eu sou em tudo...
... sou o antes da palavra... ou de qualquer tentativa de manifestação consciente....

.... porque até quando digo que sou o que observa o antes de tudo isso... não estou a ser verdadeiro... porque o verdadeiro 'eu sou' não pode ser explicado ou observado.. porque é em si mesmo!

Bom domingo meus queridos!


(clique na imagem)